meus amores

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Gosto de olhar para Deus. Gosto de esperar por ele, sobretudo nos momentos das minhas desesperanças. Olho-o como quem olha querendo decorar, aprender, incorporar. Faço inúmeros pedidos a Ele, mas tenho sempre o cuidado para que minhas preces não sejam formuladas nos verbos imperativos... Prefiro apresentar as questões, colocá-las em suas mãos e depois esperar pela vida. Tenho medo de tornar-me o deus de Deus. Receio que minhas preces sejam ordens mesquinhas Àquele que tudo sabe de mim." (Pe. Fábio de Melo)

3 comentários:

Helso e Ivani disse...

Oi amiga, passei por aqui para te desejar um bom domingo e uma boa semana. Estou curtindo férias em Guarapari mas de vez enquanto dou um jeitinho e visito todos os amigos do blog.
Fique com Deus!

William Garibaldi disse...

Eu desejo toda a Luz ao Pe Fabio de Melo, ele é um ser doce.. não sabia... acabamos nas projeções das imagens e preconcepções sempre... como morrer na praia... este pensamento dele, é sublime... de uma sutileza ímpar... amei!

E Zina, sim ganhaste um amigo: Eu!

Que delícia esta afinidade.

Receba meu abraço com saudade... doido né?!

Eliete disse...

Zina querida! esta postura do Pe Fábio de Melo muito nos ensina como orar, como pedir, como aproximar-se de nosso Pai.Obrigada pela postagem.bjs