meus amores

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Das pedras...

Ajuntei todas as pedras
que vieram sobre mim.
Levantei uma escada muito alta
e no alto subi.
Teci um tapete floreado
e no sonho me perdi.

Uma estrada,
um leito,
uma casa,
um companheiro.
Tudo de pedra.

Entre pedras
cresceu a minha poesia.
Minha vida...
Quebrando pedras
e plantando flores.

Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude
dos meus versos.

(Cora Coralina)

3 comentários:

William Garibaldi disse...

Zina, como eu precisava ler isto...
eu que floresci entre pedras... que germinaei entre pedras.. que nasci e fui jogado nas pedras...
estou ainda em busca da terra fofa...

Sorte aos que cantam aos que propagam!
Viva Cora ( Amo ela ) Coralina!

Beijos amiga Zina!
Princesa Guerreira!

Zina disse...

Meu lindo amigo William,ai estão nossas afinidades...
Eu hoje tambem precisava ler isto. Ai fui procurar esse poema encontrei e postei. Lindo, e ao mesmo tempo forte.Forte como nós! E viva Cora Coralina!
Princesa Guerreira. Adorooooooooooo!!!

Dinorah disse...

Como são lindos estes versos, como nos fazem ter coragem de seguir em frente.
um abraço
Dinorah