meus amores

terça-feira, 1 de março de 2011

PERSEVERANÇA

Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei, a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir.

Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas.

Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo.



Ana Jácomo

5 comentários:

Vivian disse...

Bom dia,Zina!!

Lindo isso!!E verdadeiro!!
Sem perseverança,não fazemos nada, nem conquistamos nada!!Persistir sempre!!
Beijos!!Lindo dia pra ti!!
**Te ofereço uns selinhos,é só escolher, está neste link:
salablogfloreselivros.blogspot.com

Ange Rocha disse...

- Que texto lindo, da Ana Jácomo!
Vc sempre garimpando coisas bacanas pra gente, né, Zina? Beijo, beijo!!!

William Garibaldi disse...

Oi lindeza!
E nós como filhos do Mar.. da Dona do Mar...
sabemos disto hein dona moça!? ^.^

............................

Venho também te convidar para escrever um texto, um poema uma crônica, dar um conselho, opinar sobre fogo, instinto, luz! Venha participar dos Rosários de Fogo!
Basta me enviar um e-mail com seu texto e como e quando deseja participar: williamgaribaldi@gmail.com

Grato.

Priscilla disse...

Olá!
Obrigada pela visita e pelo carinho!
Te sigo agora!
Beijos meus

Lou Witt disse...

Ótima escolha.

Beijosss