meus amores

sexta-feira, 26 de agosto de 2011



Se não puderes ser um pinheiro, no topo de uma colina,
Sê um arbusto no vale mas sê
O melhor arbusto à margem do regato.
Sê um ramo, se não puderes ser uma árvore.
Se não puderes ser um ramo, sê um pouco de relva
E dá alegria a algum caminho.

Se não puderes ser uma estrada,
Sê apenas uma senda,
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que sejas.
Pablo Neruda.



5 comentários:

William Garibaldi disse...

Lindo conselho minha irmã querida!

Bjus de Luz pra vc!

:)))

Um Axé Poderoso!

Van disse...

Zina querida

Todos tem sua importância, não interessa se é o menor ou o maior,todos tem igual valor por ser único. Fazer o nosso melhor e ter a consciência que esta é a nossa parte e se não a fizermos ficará uma lacuna pois ninguém poderá faze-la por nós, é sábio.

Bom final de semana, mil beijos!

Ange Rocha, disse...

Zinaaaa,

amiga, estou de volta! Sou uma chata, né? Sempre sumo e depois apareço com a maior cara de pau...rs Nossa, a vida anda meio corrida, sabe? Mas espero que dessa vez eu coloque tudo em ordem e prossiga escrevendo no blog, que estava meio abandonado. E vc, como está? Vou entrar de férias mas volto logo, logo. Serão só 10 dias :(

Obrigada por sentir minha falta, amiga. Bom saber que vc sempre passa por lá. Tem post novo!

Beijão!!!

♫ ♪ Wilson Miguel ♫ ♪ disse...

Querida Zina,

Que bom chegar aqui e encontrar palavras tão verdadeiras de Neruda. Nada deixa de ser importante ou especial por ser pequeno.

Deixo aqui o meu carinho e o desejo de uma semana iluminada

Um grande abraço

Deus seja contigo

Sonhadora disse...

Minha querida

Uma bela mensagem neste poema...temos de ser por nós, porque ninguém o será.

Um beijinho com carinho
Sonhadora