meus amores

sábado, 29 de setembro de 2012


"Lobos? São muitos.

Mas tu podes ainda

A palavra na língua

Aquietá-los.



Mortos? O mundo.

Mas podes acordá-lo

Sortilégio de vida

Na palavra escrita.



Lúcidos? São poucos.

Mas se farão milhares

Se à lucidez dos poucos

Te juntares.



Raros? Teus preclaros amigos.

E tu mesmo, raro.

Se nas coisas que digo

Acreditares.

Hilda Hilst.

(Júbilo Memória Noviciado da Paixão (1974) - Poemas aos Homens do nosso Tempo)

Um comentário:

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Temos que acreditar sempre que um novo amanhecer chagará em com ele um novo dia.
Lindo este poema de Hilda Hilst

Um beijinho com carinho
Sonhadora